Registro Geral

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Verba federal vai modernizar equipamentos na Santa Casa de Jaú


Tóffano na entrega do ofício de emenda de R$800 mil ao provedor do hospital, Álvaro Campana

Segundo provedor, haverá melhora no atendimento à população

O Ministério da Saúde liberou essa semana um total de R$800 mil para a Santa Casa de Jaú. A verba, que foi obtida por emenda individual do deputado federal José Paulo Tóffano (PV-SP), será utilizada na compra de equipamentos que vão modernizar praticamente todos os setores do hospital. Atualmente, o local atende pacientes de pelo menos 12 municípios da micro-região de Jaú.
“Esses R$800 mil vão ajudar a renovar e modernizar os equipamentos, melhorando as condições de trabalho dos médicos e a qualidade do atendimento à população”, afirma o provedor da Santa Casa, Álvaro Campana. Ele explica que boa parte dos materiais já não reúne condições adequadas de uso. Para Tóffano, a liberação da verba é uma vitória de toda a região. “É o maior valor já recebido pelo hospital por meio de uma única emenda”, ressalta.
No Centro Cirúrgico, será investida a maior fatia: R$371 mil. Serão comprados, entre outros equipamentos, três bisturis elétricos de 400 Watts, dois perfuradores pneumáticos, dois focos cirúrgicos de duas cúpulas, e uma maca hidráulica para obeso. Já o Pronto Socorro, receberá R$188 mil, que possibilitarão a compra de 12 reanimadores pulmonares, dois ventiladores pulmonares, um amnioscópio, e um foco cirúrgico de uma cúpula.
Para os setores de internação, serão R$42 mil, com objetivo de adquirir seis macas com grade e suporte para oxigênio, seis oxímetros de pulso, entre outros. Ainda vão receber recursos a cozinha (R$96 mil), a UTI Infantil (R$52 mil), o Centro Obstétrico (R$40 mil), a Lavanderia (8,7 mil) e a Farmácia (R$1,5 mil).

UPA
No final de outubro do ano passado, foi confirmada também a construção de uma UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) junto à Santa Casa de Jaú, que cedeu área na qual funcionou por décadas o velório do hospital. A obra será custeada pelo Ministério da Saúde, com orçamento previsto em R$2,3 mi. A conquista se tornou possível após gestões do deputado Tóffano, em conjunto com os vereadores Paulo de Tarso Chiode e Carlos Alexandre Ramos.


Assessoria do deputado federal José Paulo Tóffano
Contatos:
- Paulo Soares
Telefone: (14) 3621 9056
E-mail: soaresjornalista@gmail.com
- Mônica Nubiato
E-mail: monicanubiato@hotmail.com

sábado, 9 de janeiro de 2010

Rio Jahu transborda e alaga ruas

Recebi as fotos via e-mail, retratando as ruas de Jaú ( 320 km da capital paulista) alagadas durante chuva ocorrida em 30 de dezembro de 2009. Dos estragos que as chuvas provocaram em diversos pontos do país neste final de 2009, as imagens mostram que por aqui existem alguns riscos.

A autora das imagens é a jauense Waldete Cestari. Ela também descreve como se sentiu ao presenciar o fato. "Depois de mais de trinta anos, tivemos uma grande enchente do Rio Jahu, que lembrou os velhos tempos", diz.
O registro aconteceu por volta das 2 da madrugada.

Ponte sobre o rio Jaú, na Av Julinho de Carvalho, perto da arquibancada do Campo Municipal

Beira do rio Jaú, Av Julinho de Carvalho, atrás da arquibancada do Campo Municipal

Final da Rua Lourenço Prado

Av Marginal, defronte ao Edifício Vale do Jaú. No fundo, os balaústres da rua Quintino, quase defronte ao antigo Zero Grau


Av Marginal, defronte ao Prédio Vale do Jaú

Início da Rua Quintino Bocaiuva

Balaústres na Rua Quintino, quase defronte ao antigo Zero Grau

Praça do Cano Torto - "A velocidade da água era incrível"

Ponte da rua Comandante João Ribeiro de Barros, perto do Posto Jaguar

O nepotismo e a conveniência

Sem preotecionismo algum, mas onde está a moral do antigo gupo político da Prefeitura de Jaú ( 320 km da capital paulista) para acusar alguém de nepotismo? Se foi correta a atitude do atual prefeito Osvaldo Franceschi Jr., quando contratou a "First Lady" ao cargo de secretária dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos, a jutiça decidirá.
A decisão da justiça, favorável ou não, nos levará ao governo anterior, que manteve o irmão do vice-prefeito no cargo de secretário do Meio Ambiente . Elas por elas??? Por que naquela ocasião ninguém se referiu ao nepotismo? Era conveniente. Assim, também é conveniente buscar subterfúgios para apurrinhar a atual administração.
Essas atitudes nada saudáveis na competição política é que me irritam profundamente.
Não sou simpática a pessoa da "First Lady", mas tenho o antigo secretário de meio ambiente como amigo. Isso prova minha isenção para lembrar que a política jauense ainda está engatinhando, quando acredita que o cidadão não tem memória.
Chega de ocupar a justiça com "rixas" políticas. Existem muitos assuntos reais a serem questionados. Assuntos reais que são evitados para aproveitamento em acordos subversivos, em discussões "à calada da noite" com intuito de disputar poder.

Última aparição de Elvis na TV




Há 53 anos, em 06 de janeiro de 1957, Elvis Presley faz a última aparição no programa de TV do apresentador Ed Sullivan, em Nova York. Cerca de vinte minutos e o rei do rock cantou sete músicas ("Hound Dog", "Don't Be Cruel", "Love Me Tender", "Heartbreak Hotel", "Peace In The Valley", "Too Much" e "When My Blue Moon Turns To Gold Again"). O apresenador elogiou o astro, referindo-se a Elvis como "bom garoto".




fonte: www.rockwave.com.br

Vídeo

Loading...